Quem Somos

A primeira equipa, de Conselheiros em estratégias de comunicação e imagem.

Criada em 2006, a VISERS é a primeira agência, de Conselheiros em estratégias de Comunicação e Imagem (spin doctors), estratégias de marketing, constituída totalmente por angolanos. A nossa equipa é composta de profissionais, formados em Marketing e Comunicação na África do Sul, Portugal e Bélgica, com experiência internacional no aconselhamento, prestando serviços para individualidades e instituições, ou seja, para políticos, homens e mulheres de negócios, ministérios, instituições ligados ao Estado angolano, empresas, empresários, figuras públicas em geral.

Factos

De acordo com um estudo em feito 2016, os Estados Unidos, A Inglaterra, a França e Alemanha, foram os países onde observou-se mais a influência de conselheiros e assessores, nas decisões estratégicas, atingindo, para os 4 países os 82,4%. As esferas foram as seguintes: Política, Economia, Empresarial e Negócios, Tecnologias, Marketing, Comunicação e Imagem.
Estes resultados não constituem uma novidade, tratando-se dos paises mencionados, se tivermos em conta que com a predominância da comunicação, do marketing e das novas tecnologias nas sociedades ocidentais, é frequente grandes decisores, homens de negócios, directores de empresas, políticos e partidos políticos, recorrerem aos conselheiros em Estratégias, Comunicação, Marketing pessoal ou institucional, para melhorarem a sua imagem a sua performance, o seu vocabulário, a mensagem que pretendem transmitir e seu impacto, ou ainda para obter conselhos em torno de estratégias de conquista e conservação de uma posição dominante, melhorar o impacto dos seus discursos públicos, lidar com a imprensa, etc.

São os chamados "Spin Doctors", nome usado pela primeira vez, durante a campanha eleitoral de 1984, nos Estados Unidos e que tinha uma conotação pejorativa. Hoje, basicamente, representa todo assessor de um grande decisor e que geralmente 'aconselha mas não aparece'. Angola este recurso ainda é algo tímido, apesar da necessidade ser grande. Varias são as razões:
Factor cultural
Baixo nível do segredo profissional
Falta de confiança nos profissionais nacionais
Preferência pelo consultores estrangeiros
Estes factores não se limitam ao nosso país, pois em 2015, o mesmo estudo apontava para a excessivamente baixa percentagem de 35% de pessoas com poder de decisão recorrerem aos conselheiros em estratégia! Entretanto, o novo paradigma da governação em Angola, poderá trazer um novo fôlego no ramo, visto que o peso dos factores subjectivos deixará de ser tão importante.
Comunicação Visual

consultorias

Numa escala global e de modo geral, as pessoas estão conectadas de forma que, a reputação/imagem, das instituições, empresas, produtos ou altas personalidades, apoiam-se cada vez mais nos especialistas em comunicação. Tendo em conta a evolução do mercado, hoje não se pode mais dizer quer só há um público-alvo, mas sim uma multitude de possibilidades encurraladas. A finalidade do nosso trabalho é de implicar consideravelmente os nossos clientes em todas as etapas da consultoria.

Consultoria à distância

Depois de efectuado o levantamento das necessidades, se o Cliente quiser, pode colaborar connosco à distância, por via de encontros ocasionais, para avaliação dos resultados.

Consultoria local

Presença regular e permanente nas instalações do Cliente, para o acompanhamento dos trabalhos em curso.

Consultoria pontual

Intervenção da nossa parte, para um assunto que não requeira as duas primeiras consultorias e pode ser resolvido, com um encontro ou contacto.